Blog da Coroa

O outro lado do Cara!

Quem vai acertar o resultado da eleição?

Resultado de enquete feita pelo Portal R7.

Hoje no final do dia teremos a resposta das urnas.

Anúncios

outubro 3, 2010 Posted by | Pesquisa eleitoral | , , | Deixe um comentário

Professor de Jornalismo da UnB: indício claro de manipulação no Datafolha

Do site da UnB: Professor analisa papel de institutos de pesquisa

Samuel Lima, professor adjunto da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília

Não é nova a polêmica sobre o papel das chamadas “pesquisas de opinião” na cena política brasileira. Uma questão, no entanto, precisa ser dirimida antes de refletirmos sobre o tema nas eleições de 2010. O que os institutos como Datafolha, Ibope, Vox Populi e Sensus realizam são sondagens, não pesquisas.

Com efeito, pesquisa remete à produção de conhecimento científico, resultado de uma investigação rigorosa, seja qualitativa ou quantitativa, balizada por uma metodologia reconhecida e aceita no universo da ciência. Por outro lado, as sondagens feitas pelos institutos, que se popularizaram através da mídia, são fragmentos do real que historicamente têm sido usadas no jogo político com interesses difusos, raramente conectados à formação da opinião pública.

No cenário das eleições presidenciais, destaco a dança desencontrada de números dos institutos. Em novembro de 2009, pelos dados do Datafolha, José Serra (PSDB) tinha 41% das intenções de voto, enquanto Dilma Rousseff (PT) contava com apenas 8%. O que mudou radicalmente, em menos de um ano? Talvez o conhecimento mais amplo de que Dilma é a candidata de um presidente que conclui seu mandato com cerca de 80% de aprovação. Esse é o fenômeno político não trabalhado nas sondagens, com a profundidade que pesquisas exigem, e incompreensivelmente ignorado pelos partidos de oposição.

Até os primeiros dias do horário eleitoral gratuito o Datafolha ainda exibia o empate técnico entre Serra (37%) e Dilma (36%), enquanto os demais institutos já captavam o crescimento da candidatura petista: Ibope dava Dilma com 39% e Serra com 34%; Vox Populi trazia Dilma com 41% contra 33% de Serra; e, por fim, o Sensus, no mesmo período, indicava 10 pontos de vantagem para Dilma: 41,6% contra 31,6% de Serra.

O indício mais claro de manipulação envolve o ajuste feito pelo Datafolha: entre 23/07 a 20/08/10, Dilma cresceu 18 pontos percentuais em relação à candidatura Serra. É como se ela tivesse conquistado o “voto” de 24 milhões de pessoas, das quais 12,5 milhões na semana entre 12 a 20 de agosto. Em sua defesa, um dirigente daquele Instituto jurava que o efeito dos três dias de propaganda gratuita (rádio e TV) era o divisor de águas. Nem sob a batuta de Steven Spielberg a candidata Dilma conseguiria tal performance.

A rigor, os dados divulgados pelos institutos continuam carentes de transparência. Há diferenças metodológicas na captação das informações que podem explicar a divergência dos números. Em suma, as diferenças mais sensíveis são: Datafolha capta 100% das opiniões no chamado “ponto de fluxo” (é urbano, em espaços de grande movimentação das pessoas; não ouve o meio rural); Ibope trabalha com sistema misto: 85% domiciliar (urbano e rural) e 15% em ponto de fluxo; Vox Populi e Sensus fazem 100% domiciliar.

Uma indagação permanece em aberto: qual o poder de influências das sondagens de opinião sobre o voto que será consagrado dia 3 de outubro? Convém ressaltar que os dados destas sondagens configuram importante baliza à formação da opinião pública, aos investimentos que cada candidato recebe de seus financiadores e, nos casos de disputas mais intensas, podem incidir sobre aquele ânimo final do eleitor que, na sabedoria do senso comum, “não gosta de jogar seu voto fora”.

setembro 29, 2010 Posted by | Política | , , | Deixe um comentário

Brasília para Weslian: chupa

Haja Vitamina C para turbinar Dona Weslian

Do Jornal Coletivo: Agnelo aparece com mais de 20 pontos à frente de Weslian Roriz

Rodrigo Mendes Almeida  

O instituto Exata divulgou hoje a primeira pesquisa que já conta com o nome de Weslian Roriz (PSC) na disputa pelo GDF. Nela, a vantagem de Agnelo sobre a segunda colocada fica em mais de vinte pontos percentuais, o que garante para ele uma vitória ainda em primeiro turno. Agnelo teve 45,9% das intenções de voto. Weslian mostrou que não herdou todos os votos do marido Joaquim e marcou 24,3%. O terceiro colocado foi Toninho do PSOL, que alcançou 9,1%. Eduardo Brandão (PV) chegou à marca dos 2,9%. Os demais candidatos não aparecem. Os indecisos ainda somam 8,2%, enquanto 8,5% disseram que irão votar em branco ou anular.

O Exata também fez um levantamento espontâneo, onde o entrevistado responde sem receber uma lista de nomes de candidatos. Agnelo também é líder, com 37,8%. Nessa modalidade, Joaquim Roriz (PSC) aparece com 14,1%, mostrando que boa parte da população não sabe que ele não é mais candidato. Weslian teve 13,4%, Toninho do PSOL, 4,5% e Brandão, 0,9%. Sem ajuda da lista de candidatos, o número de indecisos sobe para 28,8%.

A pesquisa Exata ouviu 1.500 eleitores entre os dias 25 e 26 de setembro, tem margem de erro de três pontos percentuais e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do DF com o número 33334/2010.

setembro 29, 2010 Posted by | Política | , , , , , , | Deixe um comentário

Tracking Vox Populi: Dilma igual; Serra menor

Reproduzo o gráfico com as informações da série histórica do tracking feito pelo Vox Populi. Dá para perceber que, após duas semanas de medição e intenso bombardeio da mídia tucana, o resultado é de estabilidade. As variações são muito pequenas. Aliás, Serra está menor do que começou, tinha 25% e hoje 23%, enquanto Dilma permaneceu igual, com 51% dos votos. No excel, é exatamente essa o formato da linha de tendência dos candidatos.

Esse sinal de estabilidade significa que a “baixaria” deve aumentar. Não esperemos discussão de programas nem de ideias. Só acusações e medo. Até a imprensa internacional já se deu conta, como retrata hoje o espanhol El Pais.

Haja estômago.

setembro 16, 2010 Posted by | Pesquisa eleitoral, Política, Uncategorized | , , , , , | Deixe um comentário

Dilma e seus aliados lideram disputas em Mato Grosso

Dilma Rousseff e seus aliados lideram as eleições no estado do Mato Grosso. Esse é o resultado divulgado sexta-feira, 3.9.2010, na pesquisa realizada pelo Ibope. Selecionei alguns trechos do resumo feito pelo instituto.

Intenção de voto para Presidente

Na pesquisa atual, a candidata do PT Dilma Rousseff obtém a preferência de 52% dos entrevistados (40% na rodada anterior), contra 30% de seu principal adversário, José Serra (PSDB), que na rodada anterior, realizada entre os dias 10 e 12 de agosto, apresentava 34% das intenções de voto. Marina Silva (PV) oscila de 9% para 6% nesta onda. Os demais candidatos não chegam a 1% das menções. Neste momento, 10% dos eleitores mato-grossenses estão indecisos em relação ao voto para presidente (na rodada anterior estes eram 15%).

Intenção de voto para Governador

Na mais recente pesquisa realizada pelo IBOPE Inteligência, entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro, sobre a sucessão ao Governo do Mato Grosso, o atual governador e candidato à reeleição Silval Barbosa (PMDB) sobe 13 pontos percentuais em relação à pesquisa realizada no início de agosto e permanece na liderança, mencionado por 41% dos eleitores.

Os candidatos Mauro Mendes (PSB) e Wilson Santos (PSDB) aparecem tecnicamente empatados na segunda posição, com respectivamente 20% e 17% das menções. Como a margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, isso significa que Mendes tem entre 17% e 23% das menções e Wilson Santos entre 14% e 20% das intenções de voto.

 

Intenção de voto para o Senado

O IBOPE Inteligência também pesquisou entre os eleitores do Mato Grosso a intenção de voto para o Senado. O ex-governador Blairo Maggi (PR) cresce 10 pontos em relação à última pesquisa e atinge 71% das menções. O petista Abicalil sobe de 20% para 32%, enquanto o candidato do PSDB, Antero Paes de Barros fica estável com 27% das citações. Já Pedro Taques cresce 8 pontos percentuais e é mencionado por 15% dos eleitores. Os demais candidatos não pontuam ou têm intenção de voto que varia entre 1% e 4%. Eleitores indecisos são 25% (eram 44% no início de agosto) e os que pretendem votar em branco ou anular o voto somam 6%.

setembro 5, 2010 Posted by | Pesquisa eleitoral | , , , , | Deixe um comentário

Há esperança: Agnelo reduz diferença para Roriz

Da Folha.com: No DF, Agnelo reduz para oito pontos a desvantagem ante Roriz, diz Datafolha

Joaquim Roriz (PSC) lidera a disputa pelo governo do Distrito Federal com 41% das intenções de voto, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada hoje.

Apesar da dianteira, a diferença para o segundo colocado, Agnelo Queiroz (PT), que era de 13 pontos percentuais na rodada anterior, caiu para oito –o petista tem 33%.

Toninho do PSOL tem 2%. Dois candidatos marcam 1%: Rodrigo Dantas (PSTU) e Ricardo Machado (PCO). Outros 15% não sabem ainda em quem votar, e 8% disseram que pretendem votar em branco ou nulo.

A pesquisa foi feita de 9 a 12 de agosto, com 701 eleitores. Está registrada no TSE sob o número 22752/2010. Os contratantes são a Folha e a Rede Globo.

A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

agosto 14, 2010 Posted by | Pesquisa eleitoral | , , , , | Deixe um comentário

Vox Populi confirma liderança de Dilma

Vice de novo?

Está no blog do Fernando Rodrigues: Vox Populi: Dilma Rousseff (PT) 40% x 35% José Serra (PSDB)

Pesquisa Vox Populi sobre a eleição presidencial indica que Dilma Rousseff (PT) tem 40% das intenções de voto. José Serra (PSDB) tem 35%. Marina Silva (PV), 8%. A sondagem foi feita de 24 a 26.jun.2010 e tem margem de erro de 1,8 ponto percentual.

Pela 1ª vez, Dilma passa a frente de Serra em pesquisa Vox Populi. A última sondagem do instituto (feita de 8 a 13.mai.2010) indicou empate técnico entre os candidatos, por conta da margem de erro – que era de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Em maio, no cenário em que apenas os Dilma, Serra e Marina foram apresentados aos entrevistados , a petista teve 37% (podendo variar de 34,8% a 39,2%, por conta da margem de erro). O tucano teve 34% (variando de 31,8% a 36,2%).

Na semana passada (em 23.jun.2010), o Ibope também divulgou sua 1ª pesquisa em que Dilma ficou à frente de Serra. Por coincidência, o resultado foi 40% contra 35%.

Espontânea

Os resultados acima são da pesquisa estimulada (em que o entrevistador apresenta uma lista com nomes dos candidatos para o entrevistado). A pesquisa Vox Populi divulgada hoje (29.jun.2010) mostra ainda resultados obtidos na modalidade espontânea (em que o eleitor diz qual é seu candidato sem ver nenhuma lista de nomes): Dilma tem 26% e Serra tem 20%.

O Vox Populi entrevistou 3 mil eleitores, de 24 a 26.jun.2010. O registro da pesquisa no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é o 16944/2010.

junho 29, 2010 Posted by | Política | , , , , | Deixe um comentário

Dilma passou! Pegou a liderança e não soltará mais!

 

Agora foi: Com 40%, Dilma lidera corrida presidencial pela primeira vez, diz CNI/Ibope

http://www.advivo.com.br/node/83426

E olha que a pesquisa foi feita após as inserções da propaganda do PSDB, DEM e PPS.

Apesar de o nosso blog ser apenas mais um no oceano de informação da rede, nos sentimos responsáveis por, pelo menos, uns 30% desses votos da Dilma. Mesmo porque o que é dela é nosso, e vice-versa.

junho 23, 2010 Posted by | Política | , , | 6 Comentários