Blog da Coroa

O outro lado do Cara!

O Rio que não é manchete no Jornal Nacional

Semelhança entre o PAC e o Rio: o PIG adora falar mal

Portal R7, 18.4.2010: Desabrigados da chuva no Rio de Janeiro começam a receber novas moradias

Cinquenta famílias que perderam as casas em deslizamentos no Morro do Urubu, na zona norte do Rio de Janeiro, nos temporais do início deste mês, receberam neste domingo (18) as chaves da nova moradia, no condomínio Vivendas do Ipê Amarelo, em Realengo, zona oeste da cidade.

O condomínio foi construído para atender os inscritos no PAR (Programa de Arrendamento Residencial), mas foi transferido para o programa Minha Casa, Minha Vida a pedido da prefeitura do Rio ao governo federal. Os candidatos que já estavam com as inscrições sendo analisadas pela Caixa Econômica Federal serão remanejados para outro empreendimento.

O Globo, 24/6/2010: Mais de 600 casas são entregues para moradores do Complexo do Alemão

Cerca de 700 famílias do Complexo do Alemão – entre Ramos, Penha, Olaria, Inhaúma e Bonsucesso – começaram a receber nesta quinta-feira imóveis construídos na região pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e pelo projeto Minha Casa Minha Vida. A maioria das unidades fica na área da antiga fábrica da Poesi, na Estrada do Itararé, implodida pelo estado para dar lugar ao condomínio, a um centro esportivo e ao Colégio Estadual Jornalista Tim Lopes, que foi inaugurado. As melhorias foram erguidas , com recursos que somam R$ 833 milhões do PAC.

JB Online, 26/6/2010: Estado entrega 152 apartamentos na Embratel de Manguinhos

O Governo do Estado inaugura nesta segunda-feira, às 11h, 152 apartamentos construídos no antigo terreno da Embratel, em Manguinhos, de um total de 480 unidades habitacionais que estão sendo erguidas no local pela Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (EMOP), por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O terreno do condomínio, na Avenida Leopoldo Bulhões, se integrará ao Centro Cívico de Manguinhos, onde foram construídos diversos equipamentos sociais, após a elevação da linha férrea, obra que será inaugurada até dezembro. Abaixo da linha férrea, será criado um grande parque urbano, com ciclovias, quiosques, quadras esportivas e pistas de skate, entre outros.

O PAC já entregou 416 apartamentos no terreno da antiga Divisão de Suprimentos do Exército (DSup), onde foi criado o Centro Cívico. As outras 328 unidades da Embratel têm o término de execução previsto para outubro.

O Dia Online, 28.6.2010: Passarela na Rocinha projetada por Oscar Niemeyer é inaugurada

Com a marca da genialidade do arquiteto Oscar Niemeyer, foi inaugurada ontem a nova passarela da Rocinha. Com 60 metros de extensão, rampas e corrimãos para facilitar o acesso de cadeirantes, o projeto teve custo de R$ 15 milhões. As fachadas das casas na entrada da comunidade também foram reformadas e pintadas.

junho 29, 2010 Posted by | Uncategorized | , , , , | Deixe um comentário

Minha Casa, Minha Vida beneficia desabrigados do Morro do Bumba

Apartamentos do Minha Casa, Minha vida que serão entregues
aos desabrigados do Morro do Bumba.

Do Jornal do Brasil:

Famílias do Morro do Bumba recebem moradias do Minha Casa, Minha Vida

As famílias de baixa renda desabrigadas pelas chuvas e deslizamentos no Morro do Bumba (RJ) serão beneficiadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). O ministro das Cidades, Marcio Fortes de Almeida, acompanhado do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, do vice-governador do RJ, Luiz Fernando Pezão, e do prefeito de Niterói, Jorge Roberto Silveira, entregam neste domingo, às 15 horas, 93 apartamentos que foram construídos com investimento de R$ 4,7 milhões do Ministério das Cidades e do Governo do Estado do Rio.
Os apartamentos fazem parte do Condomínio Várzea das Moças, localizado em Niterói. Cada um tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. As moradias faziam parte do Programa de Arrendamento Residencial (PAR) e foram transferidas para o MCMV. A Portaria do Ministério das Cidades nº 153, publicada no Diário Oficial da União no último dia 16, permitiu a cessão dos imóveis.
Nota do Blog:
Para evitar o disse me disse da oposição, o Ministro Márcio Fortes deixou claro que essas transferências não são incorporadas ao Minha Casa, Minha Vida. “Qualquer unidade que passe de qualquer programa para o Minha Casa, Minha Vida não entra na totalização das unidades desse programa. É simplesmente para efeito operacional. Senão, daqui a pouco, vão dizer que estamos inflacionando os resultados do Minha Casa, Minha Vida. Não estamos fazendo isso. É simplesmente para atender, por solidariedade, àqueles que mais necessitam”, argumentou.

abril 25, 2010 Posted by | Sem categoria | , , , | Deixe um comentário