Blog da Coroa

O outro lado do Cara!

Lula deu xeque-mate no PSDB: Osmar Dias é candidato

O PSDB achou que indicando Álvaro Dias para vice de Serra tinha feito uma jogada de mestre. Levou xeque-mate de Lula.

Está na Folha.com: Osmar Dias decide sair candidato ao governo do PR com apoio do PT e PMDB

O senador Osmar Dias (PDT-PR) planeja para hoje o anúncio oficial de que vai disputar o governo do Paraná numa coligação envolvendo o seu partido, o PMDB e PT no Estado.

Osmar Dias reuniu-se a portas fechadas por mais de quatro horas na noite de ontem, em Curitiba, com a cúpula nacional do PDT. Ele admitiu, segundo participantes do encontro, sair candidato após ter garantias de apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao seu nome e de que será “o candidato a governador mais importante” da aliança encabeçada pela candidata petista Dilma Rousseff nas disputas estaduais.

Com isso, consolida-se no Estado um palanque forte para Dilma após mais de seis meses de negociações, marcadas por rompimentos com os petistas locais e por ameaças de apoio ao ex-prefeito de Curitiba Beto Richa (PSDB) na disputa para o governo.

A confirmação de Dias deve acirrar a eleição no Paraná. O Richa e Osmar Dias estão empatados tecnicamente nas pesquisas. O pedetista chegou a receber oferta de candidatura ao Senado em união com o PSDB, mas a cúpula nacional do PDT vetou.

A Folha apurou que na reunião Osmar Dias também aceitou negociar um vice do PMDB. Antes, ele exigia a indicação da petista Gleisi Hoffmann, mulher do ministro Paulo Bernardo (Planejamento).

A formalização da aliança PDT-PT- PMDB precisa ainda do aval do atual governador do Estado, Orlando Pessuti (PMDB), que também estava na disputa pelo governo estadual. Ele já sinalizou oficialmente que pode abrir mão da candidatura.

Sobre a possibilidade do irmão Alvaro Dias, também senador (PSDB-PR), ser indicado como vice do presidenciável tucano José Serra, Osmar Dias argumentou na reunião que como a eleição envolve cargos diferentes, sem existir “disputa direta”, não haverá problemas de relacionamento entre eles. O pedetista usou ainda como argumento o fato de a situação do irmão tucano não estar definida, já que há resistências de aliados do PSDB, como o DEM.

Anúncios

junho 30, 2010 - Posted by | Política | , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: