Blog da Coroa

O outro lado do Cara!

Imprensa faz ouvidos moucos

Isso eu não quero ouvir!

A notícia do estupendo superávit primário no primeiro trimestre e em abril de 2010 foi até noticiada. Mas será que alguém leu e absorveu seus dados?

Digo isso porque o último parágrafo da reportagem do Correio Braziliense de hoje diz o seguinte:

“O setor público acumulou um superavit primário de R$ 36,6 bilhões nos quatro primeiros meses do ano. Como o desembolso de juros somou R$ 59,4 bilhões, o deficit nominal chegou a R$ 22,8 bilhões.”

Fica até difícil entender a profundidade do texto. Isso porque ele gera uma contradição tão grande com o que vemos que é melhor ignorar e passar adiante do que enfrentar a questão.

A contradição é a seguinte:

a) toda a imprensa fala em “xxx fiscal”, sendo xxx qualquer termos entre laxismo, farra, descontrole, afrouxamento, festa, pacote de bondades etc. Além disso, critica-se o aumento de despesas correntes vinculadas, como vencimentos das carreiras públicas.

b) no entanto, a mesma imprensa mostra que “O setor público acumulou um superavit primário de R$ 36,6 bilhões nos quatro primeiros meses do ano“.

Mas como isso é possível? Qual a lógica de se atribuir uma “farra fiscal” a uma situação de superávit?

Isso nos leva à conclusão de que a imprensa se preocupa apenas em parte, sem considerar o “desembolso de juros [, que] somou R$ 59,4 bilhões“.

Vai ver eles se confundem nos gráficos

 

Quanta coisa!

 

maio 28, 2010 - Posted by | Economia | , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: