Blog da Coroa

O outro lado do Cara!

Herança bendita do Governo Lula: Reativação da indústria naval

Saiu no JB Online: Lançado ao mar primeiro porta-contêineres construído Brasil em 15 anos

O primeiro navio porta-contêineres construído no Brasil em 15 anos foi lançado ao mar hoje, no Rio de Janeiro. A embarcação Jacarandá foi construída pelo Estaleiro Ilha S.A. (Eisa), com verbas do Fundo da Marinha Mercante (FMM), a pedido da empresa de logística Log-In. O vice-presidente da República, José Alencar, disse que a inauguração do Jacarandá marca mais um passo no renascimento da indústria naval brasileira.

O Jacarandá é o primeiro de um lote de cinco navios porta-contêineres e dois graneleiros que estão sendo construídos pela Eisa para a Log-In, a um custo de R$ 1 bilhão, integralmente financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) com verbas do FMM. De acordo a Log-In, o último navio-contêiner brasileiro havia sido construído em 1995.

Segundo José Alencar, a reativação da indústria naval é importante não só pela geração de empregos, mas também para estimular o transporte de cargas por via aquática dentro do território nacional.

“A navegação de cabotagem no Brasil é de uma importância muito grande para a economia como um todo. O transporte marítimo é muito mais econômico e o Brasil possui, de graça, essa estrada maravilhosa, que são quase oito mil quilômetros de costa atlântica. O Brasil deveria ter, há mais tempo, desenvolvido a indústria naval”, disse o vice-presidente.

Segundo o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, a indústria naval empregava 30 mil pessoas antes da crise do setor, entre a década de 90 e o início desta década. No auge da crise, Passos disse que a indústria passou a empregar apenas duas mil pessoas. “Hoje empregamos mais de 45 mil“, disse Passos.

O navio Jacarandá teve como madrinha a esposa do vice-presidente, Mariza Gomes da Silva. Com 218 metros de comprimento, a embarcação tem capacidade para transportar 2.800 contêineres de 20 pés, ou seja, cerca de 38 mil toneladas.

De acordo com a Log-In, proprietária do navio, ao substituir 2.800 caminhões, o navio emite até 80% menos gases do efeito estufa na atmosfera. Durante a cerimônia, o Eisa também anunciou que construirá um estaleiro em Alagoas. As informações são da Agência Brasil.

Anúncios

maio 28, 2010 - Posted by | Economia

1 Comentário »

  1. parabens o nosso trabalhador brasileiro por tamanha copetencia naquilo que tem feito pela area naval .

    Que Deus continue com as suas mãos estendidas sobre o nosso brasil.

    Que os nossos governantes busque a Deus.

    Comentário por Anônimo | junho 24, 2011 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: