Blog da Coroa

O outro lado do Cara!

DF: Uma boa e uma má notícia

Lendo as notícias publicadas hoje sobre o Distrito Federal, percebe-se que há duas notícias: uma boa e uma má.

Vamos à boa. Está no correioweb: DF registra a menor taxa de desemprego dos últimos 18 anos

A ocupação voltou a crescer e a taxa de desemprego diminuiu no Distrito Federal. A afirmação foi feita nesta quarta-feira (26/5) pelo secretário de Trabalho, Takane Nascimento, durante coletiva de imprensa para divulgação dos resultados da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) no DF.

Segundo dados da PED, esta é a menor taxa para os meses de abril, o que torna o mês o melhor dos últimos 18 anos, desde o início da pesquisa em 1992. Com cinco mil postos de trabalho criados, o contingente de desempregados no DF foi estimado em 198 mil pessoas, 7 mil a menos do que o verificado em março. Entre os meses de março e abril, a taxa de desemprego recuou de 14,7% para 14,2%. Entre os meses de abril de 2009 e 2010, a taxa de desemprego total recuou de 17,5% para 14,2%, ou seja, 3,3 pontos percentuais, apontando tendência de queda continuada.

Agora a ruim. Quer dizer, péssima: Pesquisa aponta Roriz na liderança pelo governo do DF

Pesquisa feita e encomendada pela consultoria O&P Brasil divulgada nesta quarta-feira (26) aponta que o ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz (PSC), lidera as intenções de voto em Brasília e nas cidades-satélite, com 25,7%, seguido do petista e ex-ministro do Esporte do governo Lula, Agnello Queiroz, que tem 14,1% da preferência do eleitorado. Os dados se referem à sondagem espontânea, quando não é apresentada ao entrevistado uma lista de potenciais candidatos. O percentual de eleitores indecisos ou que não souberam responder à pesquisa espontânea chega à casa de 45,4%.

Nas simulações estimuladas, Roriz venceria a disputa eleitoral quando o cenário apresentado é contra Agnello Queiroz (PT), Alberto Fraga (DEM) e Toninho (PSOL). Neste caso, o ex-governador teria 40,9% das intenções de voto contra 28,4% de Agnello; 4,2% de Fraga e 3,1% de Toninho. Quando ao mesmo cenário é acrescentado o nome de Rogério Rosso, a situação também não é desfavorável a Roriz, que teria 38,9% dos votos, diante de 27,7% do petista, 3,8% de Fraga, 2,4% do representante do PSOL e 2,1% de Rogério Rosso.

Anúncios

maio 26, 2010 - Posted by | Política

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: